Switch to |
EntrePortas - Imobiliária

Agora, a tendência é estilo Cottagecore. Sabe o que é?

Agora, a tendência é estilo Cottagecore. Sabe o que é?

Quanto mais simples e aconchegado, melhor. É este o lema do estilo cottagecore, a tendência que está a marcar a decoração de interiores. Saiba onde inspirar-se.

É como viver numa casa de campo mas comprar casa na cidade. Ou seja, viver num apartamento ou numa moradia em pleno centro urbano ou numa localização com vista mar, mas cujo interior lembra o campo, a infância, a propriedade dos avós, o tempo em que tínhamos tempo. E, sobretudo, o prazer em estar em contacto com tudo o que é natural. A estética do estilo cottagecore (traduzido à letra significa qualquer coisa como coração da cabana) reapareceu durante o período da pandemia, mas ganhou tanta força em todo o mundo que parece ter vindo para ficar. Atualmente, é uma das maiores tendências no capítulo da decoração de interiores. Contudo, ela reflete não apenas uma maneira de vestir e viver a casa, mas também uma forma de estar na vida,  desde a roupa que usamos à alimentação que escolhemos. Lembra-se de "Uma casa na pradaria", a série de televisão americana que durou mais tempo do que a nossa infância e adolescência juntas? O caminho é por aí, por uma vida sustentável, ecológica e cheia de tradição.

Depois do estilo boho chic, que definiu a identidade daqueles anos pré-quarentena, e que se caracterizava por uma combinação entre o boémio contemporâneo e o gipsy chic, ensinando a misturar várias referências culturais - étnicas, hippie, orientais e punk - com os estilos romântico, country e vintage, agora a moda é criar uma atmosfera rústica e acolhedora, com recurso a materiais como a madeira, as fibras naturais e o linho. Além disso, a ordem é para encher a casa de plantas. Aliás, sabia que, em Portugal, mais de 60% dos portugueses compraram pelo menos uma planta depois da Covid? E que 95% diz sentir-se mais feliz por causa disso? Estas conclusões resultam de um estudo realizado pela empresa financeira sueca Klarna, que validou as respostas de mais de mil consumidores portugueses com idades compreendidas entre os 18 e os 75 anos.

 

Artigo Relacionado: 5 erros que estragam a decoração de sua casa

 

É consensual que a pandemia criou novos hábitos e novas rotinas e que essas novidades redefiniram as tendências de mercado em todos os setores. No segmento imobiliário, tudo aponta para a saúde e para o bem-estar, para o conforto e para o tempo de qualidade. Daí, também, a legião de fãs que rapidamente aderiu ao estilo cottagecore. Não é preciso ser estilista ou arquiteto para o saber, basta ter sentido que alguma coisa mudou para sempre. Por essa razão, ainda de acordo com o relatório divulgado pela Klarna, cerca de 70% dos consumidores portugueses passaram a fazer pão e bolos em casa com maior frequência. O perfume verdadeiro que vem do forno da cozinha passou a ser muito mais importante que o aroma artificial dos ambientadores. Há também aqueles que passaram a meditar e ainda aqueles para quem a leitura passou a fazer parte da rotina diária.

Se é verdade que, felizmente, o pior da pandemia parece ter definitivamente passado, é igualmente verdade que a casa é agora, e mais do que nunca, o centro da nossa vida. Nessa mudança estrutural, o estilo cottagecore encaixa como uma luva. Se ainda não está familiarizado com o conceito, a ENTREPORTAS Imobiliária, agência com sete escritórios abertos no Norte de Portugal onde pode encontrar a sua casa de campo ou a sua casa de cidade, diz-lhe como e onde pode inspirar-se para recriar este estilo.

 

Artigo Relacionado: Por que razão vale a pena investir numa segunda habitação

 

Antes de tudo, convém saber que uma das definições possíveis de cottagecore foi dada pelo arquiteto e cenógrafo brasileiro Alan Godoi, que o sintetizou desta maneira: "O cottagecore é uma espécie de manta de retalhos, em que as memórias afetivas e visuais, bem como o contacto com a natureza e a boa utilização do tempo livre conduzem-nos a uma vida mais simples, que se assemelha à vida no campo, embora aconteça nos grandes centros urbanos." É realmente simples: imagine-se a decorar a sua casa de Viana do Castelo como se ela estivesse localizada na pacata vila de Baião, com vista rio e tranquilidade absoluta. Como é que isto se faz? Nós dizemos-lhe.

Comece pela cozinha...

Cottagecore_cozinha

 

Quase todas as nossas melhores memórias de infância começam na cozinha, no cheiro daquele bolo que ninguém faz como a mãe, ou naquela compota que lembra as tardes passadas com a avó. O que é que isto tem a ver com decoração? Tudo. Porque a decoração também pode ser afetiva e proporcionar uma melhor utilização dos espaços. Assim, a ideia é inspirar-se na sua bagagem emocional: escolha um pavimento de madeira para a cozinha, utilize cestos de vime para guardar frutas e legumes, arrume a louça de todos os dias em prateleiras sem portas, use e abuse das toalhas e dos guardanapos de linho, espalhe ervas aromáticas pela bancada, adquira uma caixa para os ovos e substitua os puxadores dos armários por uns mais vitorianos, que podem ser de madeira pintada com flores ou de ferro. As cores desta estética são: o terracota, o verde azeitona, o azul petróleo e o branco. Não tenha medo de os misturar, tanto nos móveis como nos tecidos.

... passe pela sala de estar e pela sala de jantar..

Sala_chapeu parede_plantas

 

Crie uma atmosfera nostálgica, onde apeteça reunir a família inteira, sobretudo no inverno que se aproxima. A estação pede almofadas e mantas e cortinas quentes, mas não tenha a preocupação de ter tudo novo, a estrear. O movimento cottaagecore combina com tecidos amarrotados, que evidenciam as marcas do tempo. A ideia não é gastar dinheiro; a ideia é ir ao baú de memórias e voltar a utilizar elementos, pequenos móveis, objectos e louças antigas, que nunca imaginou poder voltar a usar. Isto vale também para as toalhas bordadas e para pequenos apontamentos nas paredes. Qual é o mal de voltar a pendurar o chapéu para compor a decoração? Ou de voltar a usar fitas de tule? E as suas fotografias antigas, onde as guardou? A decoração cottagecore mostra que todas as famílias têm uma história e têm orgulho nela. Orgulhe-se também dos arranjos com flores secas, não só nas jarras mas também pendurados nas janelas.

... e termine nos quartos.

Estilo Cottagecore_Quarto (1)

 

Os quartos devem celebrar o romance e a calma. Um papel floral a decorar uma das paredes é o primeiro passo para essa celebração e para essa possibilidade de descanso. Depois é usar e abusar da madeira (na cama, nas cadeiras, nas mesinhas de cabeceira), dos tecidos que misturam xadrez com pequenas flores, sempre em tons suaves, e das luzes. Nos quartos dos seus filhos, por exemplo, utilize as grinaldas com lâmpadas de Natal para decorar o teto e a cama. E não tenha receio de voltar a usar aquela velha colcha de crochet ou outros artigos de artesanato, nem de espalhar vasos com plantas, mesmo pendurados no teto. O segredo é sempre o mesmo: estar em qualquer divisão da casa sem nunca sentir que está fechado. Ou, como escreveu o The New York Times, "o desejo de viver em contacto permanente com a natureza". No registo cottagecore não ha julgamentos, só a procura da felicidade diária.

 

Artigo Relacionado: Casas de pedra voltam a estar na moda

PESQUISAR
PEDIDO DE CONTACTO
PARTILHAR EM:

Imóveis em Destaque: Norte de Portugal

Mujães, Viana do Castelo
€ 682 500
Venda de Terreno, Mujães, Viana do Castelo
Ref.: VCC08247
15 145 m2 15 145 m2
Aver-o-mar, Amorim e Terroso, Póvoa de Varzim
€ 88 000
Venda de lote com 405 m2, Amorim, Póvoa de Varzim
Ref.: VC02946
405 m2 405 m2
REDUÇÃO DE PREÇO
Mindelo, Vila do Conde
€ 6 200
Venda de lugar de garagem, Mindelo, Vila do Conde
Ref.: VC02997
14 m2
Póvoa de Varzim, Beiriz e Argivai, Póvoa de Varzim
€ 210 000
Terreno com 3550 m2, Argivai, Póvoa de Varzim
Ref.: VC03984
3 548 m2 3 548 m2
Moledo e Cristelo, Caminha
€ 250 000
Moradia com vistas mar para venda, Moledo, Caminha
Ref.: C02132
1 544 m2 1 724 m2 3
NOVO PREÇO
Geraz do Lima (S.maria, S.leocádia, Moreira), Deão, Viana do Castelo
€ 37 000
Venda de Terreno, Moreira de Geraz do Lima, Viana do Castelo.
Ref.: VCC13552
316 m2 316 m2
Copyright 2018 © ENTREPORTAS.  |   LUXIMO'S