Switch to |
EntrePortas - Imobiliária

Gaste cinco minutos a pensar em remodelar a sua casa de banho

Gaste cinco minutos a pensar em remodelar a sua casa de banho

A Imobiliária Entreportas partilha algumas sugestões para quem está a pensar em remodelar e modernizar a casa de banho. Segurança é a palavra de ordem.

A casa de banho é a divisão da casa cujo sentido estético mais evoluiu nos últimos anos: na decoração propriamente dita, mas também no conforto e na segurança. Muito longe vão os tempos do pequeno azulejo sem graça e da luz fornecida por um único candeeiro, colado ao tecto, também ele sem graça. A casa de banho era apenas aquilo que está definido no nome, um lugar de banho e de passagem rápida, onde podia entrar-se mil vezes sem nunca chegar a deter a atenção em nada, muito menos a tirar prazer de alguma coisa. Era um lugar frio e invisível, onde às vezes as crianças pequenas tinham medo de entrar sozinhas.

Hoje, a casa de banho é uma autêntica sala de consolo e aconchego, muitas vezes com aparelhos de som e de imagem, com vários pontos de luz fornecidos por diversos candeeiros (perdeu-se aquela ideia de que a luz da casa de banho tinha de ser branca e forte), carpetes grandes que nada têm que ver com os antigos jogos de tapetes para os pés, paredes que combinam papel e madeira, que são dois materiais quentes e elegantes por excelência, espelhos sumptuosos (os espelhos que antes cobriam uma parede inteira dão agora lugar a espelhos mais pequenos, retro-iluminados, anti-embaciamento e, não raras vezes, com molduras douradas), poltronas para descanso, jarrões de flores naturais e até obras de arte. A casa de banho passou a ser um lugar de calor e de charme onde apetece estar mesmo quando não é preciso.

 

Artigo Relacionado: O papel de parede está ou não na moda em 2023?

 

Mas há ainda duas mudanças fundamentais em curso, que não estão relacionadas com a estética mas com a privacidade e a segurança de quem vive em casa: por um lado, nenhum produto de higiene deve estar à vista, ou seja, já não há prateleiras abertas mas armários com portas fechadas; por outro, a boa e velha banheira é agora uma louça em extinção. Consciente destas mudanças, a Imobiliária ENTREPORTAS procura aqui alertar para o enorme potencial de uma casa de banho bem projectada, mas sobretudo para a importância da substituição da banheira por uma base de duche. Para perceber, basta pensar nisto: a banheira é um dos principais fatores de perigo para as pessoas com mais idade ou com menor mobilidade. É esse risco de queda que podemos anular ao aplicar uma base de chão. Nem sempre essas bases eram bonitas (quando apareceram no mercado, eram só uma louça branca ou bege que procurava cumprir a sua função), mas atualmente conseguem competir e, em muitos casos, superar a beleza das banheiras. Sim, é verdade, acabam-se os banhos de imersão. Mas escorregar na banheira é pior, não é? 

Não sendo possível fixar um preço para esta mudança, até porque varia consoante a geografia e o tipo de obra, a ENTREPORTAS, com escritórios em Viana do Castelo, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Marco de Canaveses e Caminha, partilha uma lista do que pode alterar na casa de banho da sua moradia ou apartamento, tenha ela apenas três metros quadrados ou mais de dez, para conseguir criar um espaço seguro e de sonho e não apenas um inóspito lugar de passagem. Chamamos também a atenção para os cuidados que deve ter na contratação da empreitada, para não vir a ter dissabores. 

 

1. Substituir banheira por base de duche

Se pretende apostar só na segurança e não na decoração integral do espaço, saiba que hoje há dezenas de empresas especializadas apenas na substituição da banheira por uma base de duche. E há quem garanta conseguir fazê-lo em apenas 48 horas. Contudo, como há muita competição na apresentação dos orçamentos, deve contactar várias empresas antes de fechar o negócio com alguma delas. Lembre-se que as grandes superfícies de materiais de construção também realizam este tipo de obra, pelo que valerá a pena consultar os preços que praticam. No momento de escolher a quem vai adjudicar a obra, evite cometer um dos erros mais comuns, que é limitar-se a pensar na base de duche que vai comprar. A base de duche (existe em várias cores e em vários materiais: acrílico, resina, xisto, etc) deve ser o mais plana possível, anti-derrapante e, se possível, anti-riscos. Mas essa não é a única obra que se deve ter em consideração. Pense que vai ter de cobrir a parede que até agora estava tapada pela banheira. Por outro lado, se escolher uma base com uma dimensão mais pequena do que aquela que tinha a banheira também terá de encontrar uma solução para completar o pavimento. Por mais pequeno que seja este seu projeto de remodelação, nunca poderá também esquecer-se de comprar uma porta de duche à medida (pode ser de correr, de bater ou de fole, sendo que cada uma delas implica fechos diferentes, logo preços diferentes também).

 

 

Artigo Relacionado: Casas baratas para restaurar à sua medida em Viana do Castelo

 

2. Porta de correr para ganhar espaço

Um dos argumentos mais comuns para evitar fazer obras na casa de banho é a quase sempre pequena dimensão deste espaço. Como se uma pequena divisão não merecesse ser bonita, segura e acolhedora. Em todo o caso, há uma solução muito eficaz para espaços muito reduzidos, que passa por substituir a porta de entrada. Se é verdade que todos os centímetros contam, então coloque uma porta de correr na casa de banho, mas coloque-a na parede do lado de fora. Verificará que o impacto visual é enorme, além de que objectivamente irá otimizar o espaço. 

 

3. Tecto, paredes e pavimento

Se está a pensar fazer uma remodelação completa na sua casa de banho, analise bem todas as possibilidades que existem no mercado para paredes e pavimentos. Nos dois casos, os materiais (madeira, papel, mármore, cerâmica, tinta) são cobrados por metro quadrado. A grande tendência deste ano é dividir a parede em duas metades, na horizontal, colocando um papel cheio de personalidade na parte superior e uma barra larga de madeira na metade inferior, obtendo um cenário espaço clássico e requintado, muito mais parecido com uma sala de estar do que com uma casa de banho. Se optar por mármore ou cerâmica, os decoradores de interiores aconselham a que compre um material idêntico para a parede e o pavimento, porque vai criar a ilusão de um espaço maior. Por fim, se for possível, coloque um tecto falso na casa de banho. Tendo em conta que se trata de um espaço muito exposto a humidade e a temperaturas elevadas (água quente), a escolha do material e de um ventilador forte é fundamental. O material mais popular, porque mais resistente, é a folha ou filme de PVC.

 

4. Espelhos e iluminação

Se até há bem pouco tempo os espelhos eram usados para ampliar o espaço, razão pela qual cobriam uma parede inteira, quase sempre a parede onde está colocado o lavatório, hoje a tendência pede espaços mais cozy. Assim, os espelhos devem ser muito mais pequenos e charmosos. Podem ser colocados dois ou três na mesma parede, com molduras bem escolhidas, e podem até ser diferentes entre si. O mesmo acontece com os candeeiros, que podem ser aplicados na parede, um de cada lado do espelho, por exemplo. Também pode ser usado um candeeiro de pé. A iluminação já não se quer alta e forte, mas baixa e relaxante. 

 

5. Louças que se tornaram dispensáveis

A banheira não é a única louça da casa de banho que perdeu o protagonismo. O bidé também parece ter os dias contados. Quem está agora a investir na construção de uma casa nova,  raramente encomenda esta louça que foi inventada pelos franceses no século XVII. Quem ainda tem bidé e não o utiliza, pode sempre realizar uma pequena obra de retirada do material, ganhando espaço de forma imediata. Outra forma de ganhar espaço é optar por móveis e louças sanitárias suspensas, seja a sanita (autoclismo encastrado também faz ganhar espaço), o lavatório e os armários de apoio. 

 

6. Crie um espaço seguro

E por fim, mas não menos importante, faça uma casa de banho segura. As quedas são um perigo que os idosos e as pessoas com problemas de mobilidade enfrentam todos os dias - e a maioria das quedas acontece na casa de banho. Aproveite a remodelação e adicione barras de apoio no interior e na saída do chuveiro, o que torna a mobilidade mais fácil e segura, num espaço que está sempre escorregadio.

Se a casa de banho for usada por idosos ou crianças, o melhor é retirar a chave da porta. Embora os utilizadores percam a sensação de privacidade, se ocorrer uma queda - e nisso o tempo de intervenção é essencial - uma porta trancada pode impedir o auxilio em tempo útil.

 

Artigo Relacionado: Investir em imóveis: rapidamente e em força (e também a reabilitar)

PESQUISAR
PEDIDO DE CONTACTO
PARTILHAR EM:

Imóveis em Destaque: Norte de Portugal

Santo Isidoro e Livração, Marco de Canaveses
€ 38 500
Venda Terreno, Santo Isidoro, Marco de Canaveses
Ref.: MC09604
900 m2
Areosa, Viana do Castelo
€ 420 000
Venda de moradias T3 fase inicial construção, Areosa, Viana do Castelo
Ref.: VCM12865
3 740 m2
Bustelo, Carneiro e Carvalho de Rei, Amarante
€ 23 500
Venda Terreno, Carneiro, Amarante
Ref.: MC04481
1 700 m2
Areosa, Viana do Castelo
€ 210 000
Venda de Terreno plano, Areosa, Viana do Castelo
Ref.: VCC13713
1 999 m2 1 999 m2
Paredes de Viadores, Marco de Canaveses
€ 37 500
Venda Terreno, Paredes de Viadores, Marco de Canaveses
Ref.: MC09428
6 300 m2
Rio Mau e Arcos, Vila do Conde
€ 220 500
Venda de Terreno com 12 208 m2 para construção, Rio Mau, Vila do Conde
Ref.: VC03827
12 208 m2 12 208 m2
Copyright 2018 © ENTREPORTAS.  |   LUXIMO'S